top of page

Como identificar e lidar com pessoas com Transtorno Narcisista

Por Fred Esteves

Imagem Ilustrativa de Narciso

Na antiga Grécia contavam a história de Narciso e sua beleza. Narciso era um caçador da região da Beócia e era admirado e reconhecido por sua beleza única. Ele era tão belo que até as ninfas, que são os espíritos femininos da natureza, se apaixonavam pelo belo caçador.

Uma dessas ninfas, chamada Eco, fora castigada por uma deusa e não podia mais falar, apenas repetir o que ouvia. Ela também se apaixonou por Narciso, mas só consiga se comunicar com ele repetindo o que ele falasse. Certo dia, ao passear por um bosque, Narciso ouviu a voz repetindo o que ele dizia e chamou a sua atenção quem estava fazendo aquilo. Eco se jogou em seus braços para demonstrar todo o amor que sentia por ele, mas Narciso não se interessou pela ninfa. Ele a desprezou e a mandou embora.

Eco fugiu para as montanhas e lá ficou vivendo com a tristeza da rejeição. Nêmesis, a deusa da vingança, ficou sabendo da história de Eco e agiu para vingar a ninfa e todas as outras que foram rejeitadas por Narciso. A deusa atraiu Narciso para um lago para que ele se apaixonasse por algo que ele não esperava.

Narciso, ao ver seu reflexo na água do lago, pensou que estava diante do espírito da água e se encantou com como aquela imagem retribuía cada gesto que ele fazia. Se ele sorria, a imagem sorria de volta. Tentou abraçar a imagem, mas não teve sucesso. Mas ele continuou observando a imagem e cada vez mais se apaixonava e, com isso, um sofrimento ia crescendo dentro dele por não poder tocar a imagem que o encantara. Reza a lenda que Narciso não aguentou essa dor e acabou morrendo de desgosto. Outros dizem que ele morreu afogado ao tentar se aproximar mais da imagem. O certo é que o seu destino não foi feliz.


A história de Narciso é vista como uma metáfora para a patologia narcisista, pois as pessoas com este transtorno também estão obcecadas com a imagem de si mesmas e sua própria beleza, sucesso e perfeição. Eles também têm dificuldade em se relacionar com os outros, pois estão muito concentrados em si mesmos.

A patologia narcisista é chamada dessa forma porque essas pessoas têm características similares ao Narciso mitológico, como a necessidade de admiração, a falta de empatia e a obsessão pela imagem delas mesmas.



A patologia narcisista é um transtorno de personalidade caracterizado por uma grande necessidade de admiração e uma profunda falta de empatia. Pessoas com este transtorno têm uma grande necessidade de ser vistas como importantes e especiais, e geralmente se sentem superiores aos outros.


Os indivíduos com patologia narcisista têm uma autoestima elevada, mas é baseada em fantasias de sucesso, poder, beleza e perfeição. Eles frequentemente se envolverão em comportamentos arrogantes e desrespeitosos para se sentirem superiores aos outros. Eles também podem ser muito sensíveis à crítica e têm dificuldade em lidar com a frustração ou a decepção.


Em relações interpessoais, as pessoas com patologia narcisista podem ser muito exigentes e manipuladoras. Eles esperam ser tratados como reis ou rainhas e podem se sentir traídos se não receberem a atenção e a admiração de que sentem necessidade. Eles também podem ser muito frios e desrespeitosos com os outros, sem se importar com os sentimentos dos outros.



A patologia narcisista é considerada um transtorno grave e pode causar problemas significativos na vida das pessoas afetadas e das pessoas ao seu redor. A terapia cognitivo-comportamental é considerada o tratamento de escolha para a patologia narcisista. O objetivo da terapia é ajudar a pessoa a desenvolver uma autoestima saudável e a melhorar as habilidades de relacionamento.


Existem alguns sinais e sintomas comuns que podem indicar se uma pessoa é narcisista. Alguns desses tópicos incluem:

  • Autoestima elevada: Pessoas com patologia narcisista geralmente têm uma autoestima muito elevada, mas esta autoestima é baseada em fantasias de sucesso, poder, beleza e perfeição, e não em suas realizações e qualidades.

  • Falta de empatia: Narcisistas geralmente têm dificuldade em se colocar no lugar dos outros e se importar com os sentimentos dos outros. Eles podem ser frios e desrespeitosos com os outros, sem se importar com as consequências.

  • Comportamento arrogantes e desrespeitosos: Pessoas com patologia narcisista geralmente se comportam de maneira arrogantes e desrespeitosas com os outros, como se fossem superiores e merecessem ser tratadas como reis ou rainhas.

  • Necessidade excessiva de admiração: Narcisistas geralmente precisam constantemente de admiração e elogios, e podem se sentir frustrados ou traídos se não os receberem.

  • Dificuldade em lidar com a crítica e a frustração: Pessoas com patologia narcisista geralmente têm dificuldade em lidar com a crítica e a frustração, e podem reagir com raiva ou negação.

  • Manipulação e comportamento exigente: Narcisistas geralmente são manipuladores e exigentes em relacionamentos, esperando ser tratados como especiais e importantes.



Existem algumas estratégias que podem ser úteis ao lidar com pessoas com transtorno de personalidade narcisista:

  1. Mantenha limites saudáveis: é importante estabelecer limites claros e consistentes com as pessoas narcisistas e se defender de qualquer comportamento abusivo ou manipulativo.

  2. Não dê crédito aos elogios falsos: as pessoas narcisistas costumam dar elogios falsos para manipular as outras pessoas. Não dê muita importância a esses elogios e não permita que eles afetem sua autoestima.

  3. Não se envolva em discussões: as pessoas narcisistas geralmente são muito defensivas e tendem a se tornar agressivas quando confrontadas. É melhor evitar discussões desnecessárias com essas pessoas.

  4. Não se sinta responsável por suas emoções: as pessoas narcisistas costumam tentar fazer as outras pessoas se sentirem responsáveis por suas emoções e comportamentos. Lembre-se de que cada um é responsável por suas próprias emoções e comportamentos.

  5. Busque ajuda profissional: se você estiver tendo dificuldade em lidar com uma pessoa narcisista, pode ser útil buscar ajuda de um terapeuta ou outro profissional de saúde mental.


Resumo:


O mito de Narciso nos mostra as armadilhas do ego. Todos nascemos podendo reconhecer a nossa individualidade, o nosso ego, mas, se nos apegarmos a ele morreremos afogados em nossas próprias ilusões. O erro de Narciso foi não ter dado valor ao amor das ninfas e não ter dado valor a nada que não fosse ele mesmo. E é assim também com todas as pessoas que só olham para si próprias e desconsideram os outros. E em tempos de redes sociais com “selfies” e uma disputa de ego para ver quem aparece mais, o mito de Narciso está mais presente do que nunca.


Em resumo, a patologia narcisista é um transtorno de personalidade caracterizado por necessidade excessiva de admiração e falta de empatia. Pessoas com este transtorno têm uma grande necessidade de se sentirem especiais e importantes e podem ter comportamentos arrogantes e manipuladores. A terapia cognitivo-comportamental é o tratamento recomendado para a patologia narcisista.



 


Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating

PRODUTOS